Rehagro Blog
Vários bovinos da pecuária de corte em uma pastagem

Sistema Integração Lavoura Pecuária (ILP): como implementar e os benefícios

O Sistema Integração Lavoura Pecuária (ILP) é uma estratégia comumente utilizada na pecuária de corte, pois o comércio interno e externo está em constante crescente, gerando uma alta demanda para os sistemas de produção.

Desta forma, necessita-se produzir com eficiência para suprir a exigência do abastecimento alimentar e não gerar prejuízos.

A quantidade de carne produzida e o potencial de produção da área são índices que estão inteiramente interligados, contudo, os sistemas tradicionais de produção têm se demonstrado pouco eficientes diante da crescente demanda e redução dos impactos sobre o meio ambiente.

Além disso, a principal fonte de alimentos dos bovinos de corte são as pastagens, tornando necessário a implementação de algumas estratégias, como a aquisição de animais geneticamente melhorados e maior aproveitamento do pasto. Diante dessas necessidades, vários estudos foram realizados, surgindo daí, o sistema de ILP.

A ILP fundamenta-se na intensificação do uso da terra, recuperação de áreas degradadas, diversificação de atividades e aumento da eficiência dos sistemas de produção, contemplando os pilares da sustentabilidade. Isto é, ser tecnicamente eficiente, economicamente viável, ambientalmente adequado e socialmente justo.

Essa estratégia realiza a união de dois sistemas de produção: a agricultura e a pecuária de forma concomitante.

A integração entre os dois sistemas possibilita ganhos tanto para os animais, quanto para o pasto, porque aproveita a área e após a colheita da lavoura, os nutrientes residuais atuam diretamente na melhoria da qualidade do solo, produzindo forragens de melhor qualidade, e consequentemente, aumentando o desempenho do bovino.

 

Sem tempo para ler agora? Baixe este artigo em PDF!


Como implementar a integração lavoura-pecuária (ILP)?

O primeiro passo é a escolha da espécie forrageira e da cultura. São várias possíveis combinações, dentre as mais comuns estão:

  • Brachiaria + sorgo;
  • Brachiaria + milho;
  • Brachiaria + milho + soja.

O que deve ser levado em consideração no planejamento é “Qual cultura e espécie forrageira se adequa melhor à realidade da minha fazenda”. Os fatores que vão interferir na escolha são clima, preço e disponibilidade das sementes, investimento em máquinas, treinamento e capacitação de mão-de-obra.

O plantio pode ser realizado de várias formas, sendo assim, a área pode ser aproveitada com o cultivo de apenas uma cultura, sendo dividido à parte.

As figuras abaixo demonstram algumas possibilidades na implementação da ILP.

Forma de implementação da ILP

Formas de implementação da ILP

Os bovinos entram na área após a colheita das culturas, realizando o pastejo. A área em que estavam anteriormente, fica livre para uma nova plantação, o que ajuda na recuperação do pasto. A ideia é que este processo se repita.

O que varia é o tempo de permanência no pasto, uma via que depende da cultura que está implementada no sistema. Tudo depende então, da realização de um bom planejamento.

Banner Curso Gestão da Nutrição e Pastagens na Pecuária de Corte

Benefícios da implementação da ILP

  • Recuperar as pastagens degradadas;
  • Produzir alimento (pasto, forragem e grãos) para os períodos de seca;
  • Recuperar a fertilidade do solo em áreas degradadas;
  • Melhorar as condições físicas e biológicas do solo;
  • Diversificar a renda do produtor;
  • Reformar as pastagens degradadas;
  • Aumentar a produção por unidade de área;
  • Aumentar a eficiência de uso de insumo;
  • Fornecer maior cobertura ao solo;
  • Reduzir a infestação de pragas, doenças e plantas daninhas;
  • Melhorar o desempenho animal a pasto.

Diante disso, se empregada de forma correta, a ILP pode cursar com a aceleração na recuperação do solo e do retorno financeiro, por consequência de uma maior e melhor produção de massa forrageira, que resultará na formação de palhada, proporcionando maior proteção ao solo, além de maior disponibilização de nutrientes para a forragem.

Isso traz impactos positivos na pecuária de corte como um todo, uma vez que, um dos principais problemas enfrentados em nível nacional é a degradação das pastagens. Contudo, existem alguns pontos de atenção que devem ser analisados antes da tomada de decisão.

Webinar Integração Lavoura-Pecuária

Desafios da integração lavoura-pecuária

  • Falta de cultura e tradição na atividade;
  • Desconhecimento dos sistemas de produção;
  • Escolhas dos cultivares mais adequados;
  • Falta de infraestrutura e tecnologia;
  • Elevado investimento inicial;
  • Deficiência de mão-de-obra qualificada.

O sistema consiste em uma importante estratégia de eficiência produtiva, que quando bem utilizada, proporciona melhorias na produtividade na agricultura e na pecuária. Todavia, deve-se sempre avaliar a realidade do sistema de produção para que não ocorram prejuízos pós  implementação.

Eleve a produtividade em nutrição e pastagens na pecuária de corte!

Conheça o Curso Gestão da Nutrição e Pastagens na Pecuária de Corte e aprenda as estratégias nutricionais e de manejo que impulsionam as fazendas mais lucrativas do país.

Otimize a produção por hectare, conquiste animais de ciclo curto e alto desempenho. Não espere mais, inicie agora a transformação para uma pecuária moderna e financeiramente sólida!

Clique no link abaixo e saiba como melhorar sua abordagem e elevar sua rentabilidade da fazenda!

Curso Gestão da Nutrição e Pastagens na Pecuária de Corte

Mariana Silva

Comentar