Rehagro Blog
Lavoura de café em crescimento

Lavoura de café: 6 principais pontos na implantação

Você anda sonhando em ter uma produção de café para chamar de sua, com lavouras vigorosas, altamente produtivas e safras de alta lucratividade? Então, bem-vindo ao primeiro passo: a implantação da lavoura de café!

Ela é uma etapa extremamente importante, cujo planejamento e boa execução podem determinar o sucesso da sua produção.

O investimento inicial é alto e, por ser uma cultura perene, é uma lavoura que irá permanecer no campo por muitos anos.

Dessa forma, uma decisão errada mostrará seus reflexos por mais tempo, ao contrário do que acontece em culturas anuais.

Veja os 6 principais pontos que merecem sua atenção para garantir melhores condições de crescimento para o cafeeiro e maior produtividade.

 

Sem tempo para ler agora? Baixe este artigo em PDF!


1. Escolha da cultivar

Para a escolha da cultivar, devem ser analisadas algumas de suas características, como: o período de maturação de cada uma delas, sua proporção na fazenda, adaptação à região, resistência às doenças e possibilidade de mecanização.

2. Mudas de qualidade

Elas podem ser produzidas ou compradas de viveiros idôneos, lembrando que devem sempre ser levadas ao campo mudas vigorosas, sadias e com sistema radicular bem desenvolvido, a fim de proporcionar um maior volume de solo explorado, com maior absorção de água e nutrientes para superar as adversidades e o período de adaptação no campo.

3. Correção da fertilidade do solo

A correção da fertilidade do solo é uma etapa crítica no manejo do cafeeiro e deve ser realizada cuidadosamente nas áreas de implantação, uma vez que a falta de nutrientes prejudica a produtividade e qualidade do café.

O calcário corrige o pH do solo, que influencia a disponibilidade dos nutrientes para as plantas, e fornece cálcio, importante na formação da parede celular das células.

É recomendado sua incorporação em maiores profundidades, como no mínimo 40 cm, já que o cafeeiro desenvolve o sistema radicular em camadas mais profundas: podem ser encontradas raízes de 2 metros de profundidade.

4. Aragem, subsolagem e gradagem do solo

Como a cultura permanecerá no campo por muitos anos, um bom preparo do solo também é um ponto fundamental.

Práticas como aragem, gradagem e subsolagem reduzem a compactação do solo, desmembram torrões e proporcionam melhores condições para o desenvolvimento das plantas.

Subsolagem e gradagem no solo para uma lavoura de café

Subsolagem e gradagem do solo (Fonte: Diego Baquião)

5. Alinhamento e preparo do sulco de plantio

O alinhamento do sulco deve ser feito corretamente para ser realizado um plantio centralizado, evitando problemas posteriores, como, por exemplo, durante a colheita.

Preparo do sulco para uma lavoura de café feita por um trator

Fonte: Diego Baquião

No preparo do sulco de plantio, recomenda-se a adição de:

Calagem no solo

Calagem no sulco de plantio (Fonte: Diego Baquião)

6. Época de plantio da lavoura de café

Atenção para a época de plantio! Os meses de outubro e novembro, início do período chuvoso, normalmente apresentam melhores condições para o plantio, uma vez que proporcionam maior disponibilidade de água para o desenvolvimento das plantas, como observado nas fotos abaixo.

Em plantios mais tardios, há menor quantidade de chuvas e as plantas terão menor tempo de adaptação antes do período de menor disponibilidade hídrica, comprometendo seu desenvolvimento.

Plantio de café em fevereiro

Plantio de café realizado em 18 de fevereiro. (Fonte: Luiz Paulo Vilela)

Plantio de café em dezembro

Plantio de café realizado em 19 de dezembro. (Fonte: Luiz Paulo Vilela)

Plantio de café em outubro

Plantio de café realizado em 31 de outubro. (Fonte: Luiz Paulo Vilela)

E então? Pronto para implantar sua lavoura de café?

Se sua resposta é SIM, segue mais uma dica para você começar a colocar a mão na massa!

Uma estratégia sensacional usada no manejo dos cafeeiros em formação é a utilização da Braquiária na entrelinha do café, que funciona como quebra-ventos e traz outros inúmeros benefícios, como a manutenção da umidade do solo, diminuição do risco de erosão e do uso de herbicidas, além de ser eficaz no controle de plantas daninhas.

E-book Braquiária na entrelinha do cafeeiro

E lembre-se: conhecer a fundo o manejo de todo o processo produtivo do café é fundamental. 

Leia também sobre como identificar as principais doenças que podem acometer o cafeeiro e fique de olho!

Sucesso na produção!

Transforme sua lavoura em um negócio lucrativo!

Descubra os segredos para atingir alta produtividade e lucratividade com o curso Curso Gestão na Produção de Café Arábica.

Torne-se um mestre na gestão da fazenda e no manejo do cafeeiro, aplicando técnicas validadas em mais de duas décadas de consultoria. 

Domine o processo produtivo, desde o solo até o pós-colheita. 

Junte-se a nós para elevar a qualidade do seu café, profissionalizar a gestão da fazenda e ampliar sua margem de lucro.

Clique no banner abaixo e saiba mais.

Curso Gestão na Produção de Café Arábica

Larissa Cocato - Coordenadora de Ensino Café

3 comentários