Rehagro Blog

Colheita do café: a importância de um bom planejamento

A colheita do café é uma das operações mais importantes na lavoura cafeeira, sendo influenciada por diversos fatores como a altitude, latitude e clima, que influenciam diretamente o crescimento, a floração e a maturação dos frutos (PIMENTA, 2003). Também, as cultivares apresentam grande influência na época de maturação dos frutos, visto que, temos cultivares precoces, médias e tardias.

Por isso, diante desses fatores é importante o produtor e o técnico responsável observar a época de maturação dos frutos de sua região para fazer um bom planejamento de sua colheita e evitar atrasos que possam comprometer a safra subsequente.

Colheita do café

Lavoura do cultivar Catuaí 62 (Foto: Luiz Paulo Vilela).

Qual a importância de um bom planejamento de colheita?

A colheita do café é uma das operações que mais impacta no custo de produção, logo a escolha do método de colheita para cada lavoura é essencial para uma boa relação custo-benefício para o produtor. Ou seja, para definir a melhor estratégia de colheita que se encaixa em seu sistema de produção é importante saber a produtividade esperada de cada lavoura, a disponibilidade de máquina, mão de obra, número de dias que serão gastos para sua realização e a capacidade que os terreiros ou secadores mecânicos suportam.

Colheita do café

Figura 2. Terreiro de café com café cereja descascado. (Foto: Paulo Henrique).

Sistemas de colheita

A colheita pode ser realizada de forma manual, semimecanizada e mecanizada, variando de acordo com a escala de produção, nível tecnológico, mão de obra e com o objetivo de cada fazenda. 

– Colheita Manual:

O sistema de colheita manual é muito utilizado, e nele as operações da colheita são realizadas a partir do trabalho braçal. Quando falamos nesse tipo de colheita, geralmente lembramos dos produtores de regiões montanhosas, essa forma de colheita é um método muito utilizado por eles, e sabendo do impacto que o custo com mão de obra representa na colheita do café, é importante que esses produtores invistam na cultura, principalmente no aumento da produtividade e na qualidade da bebida. Por isso é recomendado que a colheita ocorra no momento de maior uniformidade de maturação, com o mínimo possível de grãos verdes, pois o café colhido verde perde na qualidade e no rendimento acarretando prejuízo ao produtor na época da comercialização.

– Colheita Semimecanizada:

No sistema de colheita semimecanizada são utilizadas derriçadoras portáteis, manejadas manualmente que provocam a vibração e queda dos frutos. É uma forma onde o rendimento é maior em relação à colheita manual. 

– Colheita mecanizada:

O sistema de colheita mecanizado é muito utilizado em terrenos onde não há limitações com declividade. Isso permite um rendimento operacional maior e consequentemente reduzindo os custos de colheita. Para uma colheita mecanizada bem feita, é importante regular a velocidade da operação, vibração das hastes, tensão dos freios dos cilindros e verificar o número de passadas necessárias na lavoura.

Colheita do café

Figura 3. Colheita mecanizada. (Foto: Paulo Henrique).

O impacto do atraso da colheita na safra subsequente

A colheita seja ela mecanizada ou manual, pode ser considerada um fator de estresse à planta, a partir disso a colheita antecipada pode ajudar na recuperação da lavoura no período pós-colheita, levando a lavoura a maior produção de ramos plagiotrópicos para a safra subsequente.

De acordo com o trabalho de Bordin et al. (2019), que teve como objetivo quantificar as estruturas reprodutivas do cafeeiro após submetê-lo a diferentes épocas de colheita, os autores observaram que: realizando a colheita mais precoce a planta tem maior tempo para se recuperar do estresse causado pela colheita e pelo forte dreno advindo dos frutos. Além disso, o atraso na colheita também compromete o manejo de lavoura em que se vai realizar a poda e os tratos culturais.

Tabela 1. Média das estruturas reprodutivas* quantificadas em cada parcela experimental: colheita precoce, colheita ideal e colheita tardia.

Por isso, um bom planejamento de colheita visando colher a planta antes, torna-se imprescindível para um bom crescimento e produção da safra seguinte. Além disso, a colheita antecipada das lavouras é uma estratégia importante também em lavouras que serão podadas. Isso porque as plantas podadas mais cedo, têm mais tempo para seu crescimento vegetativo. Neste caso, pode-se optar até mesmo pela utilização de aceleradores de maturação, a fim de liberar essa planta o quanto antes. 

Conclusão

A colheita do café deve ser vista como o início de um novo ciclo. Por isso, é importante planejar a colheita para não comprometer a safra subsequente e, assim, obter bons resultados.

Referências bibliográficas

  • BORDIN, B. C. D. M., RONCHI, C. P., VICENTE, A. A., CAMPOS, F. R. M., BATISTA, L. B., BORGES, L. G. M., … & RIBEIRO, A. J. Efeito de diferentes épocas e sistemas de colheita sobre a produção de estruturas reprodutivas do cafeeiro arábica no cerrado mineiro. XXI Simpósio Brasileiro de Pesquisa em Cafeicultura Irrigada 20 de março de 2019, Araguari – MG, Brasil.
  • GRUPO CULTIVAR – site: https://www.grupocultivar.com.br/
  • PIMENTA, C. J.; VILELA, E. R. Efeito do tipo e época de colheita na qualidade do café (Coffea arabica L.). Acta Scientiarum: Agronomy. Maringá, PR, v. 25, p. 131-136, 2003.
  • SENAR – https://www.cnabrasil.org.br/assets/arquivos/191-CAF%C3%89.pdf

 

Comentar