Rehagro Blog

Tanque de refrigeração do leite: quais os tipos disponíveis?

A instrução normativa 77 do MAPA (2018) define tanque de expansão direto como o tanque de refrigeração dimensionado de modo a permitir a refrigeração do leite cru até temperatura igual ou inferior a 4,0º C no tempo máximo de três horas, independentemente de sua capacidade, com as características de desempenho e eficiência de acordo com regulamento técnico específico. 

Além disso, a normativa define que o tanque de expansão deve ser instalado na propriedade rural em local adequado, provido de paredes, cobertura, pavimentação, iluminação, ventilação e ponto de água corrente. Deve apresentar condição de acesso apropriado ao veículo coletor. Ser mantido sob condições de limpeza e higiene e ter capacidade mínima de armazenar a produção de acordo com a estratégia de coleta. 

Ao longo deste texto vamos abordar as características dos tipos de tanques disponíveis no mercado e os cuidados no momento da escolha para a propriedade. 

 

Sem tempo para ler agora? Baixe este artigo em PDF!


Classificação dos tanques

Os tanques refrigeradores podem ser classificados em: 

  • Tanque de duas ordenhas: deverá resfriar 50% do seu volume nominal por ordenha, conforme sua classe de desempenho, podendo ser esvaziado diariamente (24 horas).
  • Tanque de quatro ordenhas: deverá resfriar 25% do seu volume nominal por ordenha, conforme sua classe de desempenho, podendo ser esvaziado a cada dois dias (48 horas).

Indica-se essa característica no tanque pelo uso do número 2 (duas ordenhas) ou pelo número 4 (quatro ordenhas).

Etiqueta do tanque de refrigeração

Imagem de uma etiqueta de um tanque de refrigeração, onde é possível observar no campo “classe” o número 2, indicando que esse tanque resfria 50% do seu volume nominal por ordenha. Fonte: Laryssa Mendonça 

Como avaliar o desempenho e eficiência do tanque de refrigeração?

O desempenho dos tanques é especificado de acordo, como já comentados, com o número de ordenhas, e também pela temperatura do ambiente e tempo de refrigeração do leite.

Temperatura do ambiente

Tabela com temperatura do ambiente adequada para tanque de refrigeração

Fonte: CBQL

Temperatura de refrigeração do leite

Tabela com a temperatura adequada do leite no tanque de refrigeração

Fonte: CBQL

Um tanque refrigerador classificado como 4BII, por exemplo, possui as seguintes características:

O número 4: indica que o tanque é de 4 ordenhas. 

A letra B: indica que a temperatura ambiente a que o tanque está submetido durante o teste de desempenho é de 32ºC e que a temperatura máxima de segurança para o correto funcionamento é de 38º C.

O algarismo II: indica que o tanque deverá reduzir a temperatura do leite de 35º C para 4º C em um período máximo de 3 horas e, na segunda ordenha, deverá reduzir a temperatura do leite de 10º C para 4º C em um período máximo de 1,5 horas.

Quais outros cuidados devemos ter?

Agitador

A operação do agitador não deverá fazer com que o leite extravase quando o tanque contiver qualquer volume de leite até 100% do seu volume nominal.

Nesse nível de volume o leite não poderá transbordar do mesmo durante o processo da agitação. Quando o agitador estiver em funcionamento, o mesmo deve parar automaticamente caso a tampa do tanque seja aberta

Escoamento do leite

Após o escoamento do leite, não poderá permanecer nenhum resíduo de leite no fundo do tanque, a distância mínima entre a saída do tanque e o piso deverá ser de 100 mm, com o tanque nivelado, o escoamento de um volume de 40 litros, por exemplo, deverá ocorrer em no máximo 1 minuto, por gravidade. 

Sistema de refrigeração

É proibida a utilização de tanques refrigeradores que utilizem serpentinas no sistema de refrigeração.

Baixar Planilha e Guia de Células somáticas no leite

Algumas dicas para aquisição do tanque da propriedade

  • Pergunte qual a classificação do tanque você está adquirindo, para verificar se ele se adequa à realidade e previsão de crescimento da sua propriedade;
  • Realizar o teste da drenagem do tanque;
  • Verificar a espessura da parede de isolamento do corpo do tanque;
  • Verificar os componentes existentes na caixa de proteção/acionamento do tanque;
  • Verificar se o tanque tem dispositivo de segurança da tampa;
  • Verificar se o tanque tem válvula de serviço;
  • Verificar o formato do agitador.

Transforme sua produção de leite agora!

Conheça o Curso Gestão na Pecuária Leiteira do Rehagro e aumente seu lucro na produção de leite!

Aplique técnicas comprovadas por consultores em diversas propriedades leiteiras, gerando resultados imediatos. Não perca tempo, otimize sua gestão financeira, aumente a eficiência do rebanho e veja sua margem de lucro crescer. 

Inscreva-se no link abaixo e comece a colher benefícios desde o primeiro módulo!

Banner Curso Gestão na Pecuária Leiteira

Maria Fernanda Faria - Equipe Leite Rehagro

Comentar