Rehagro Blog

Como calcular adubação mecanizada e manual?

Após calcular a necessidade dos fertilizantes por hectare, é importante que façamos o cálculo das doses para a pessoa responsável por regular a adubadora no campo. Ou também o cálculo da quantidade que será aplicada por planta, quando a adubação é manual.

A recomendação dos técnicos para a adubação do cafeeiro, é a aplicação de metade da dose do adubo de um lado da planta e metade do outro lado.

Cafeeiro com adubação aplicadaFoto: REHAGRO.

 

Sem tempo para ler agora? Baixe este artigo em PDF!


Essa aplicação dos dois lados da planta de café se refere principalmente quando a adubação é mecanizada. Isso porque, em lavouras com adubação manual e declividade acentuada, essa prática fica mais dificultada. Dessa forma, sendo realizada apenas de um lado da planta – lado de cima.

Como realizar o cálculo para adubação mecanizada e manual

  • Após calculada a dose do fertilizante por hectare, seguindo os critérios de recomendação, deve-se calcular a porcentagem do adubo por parcelamento, no caso do nitrogênio e potássio;
  • Após calculado a quantidade de adubo por parcelamento, devemos saber o espaçamento entre as plantas, para o cálculo por metro linear ou estande de plantas;
  • Após o cálculo (quantidade de adubo / metro linear), deve-se dividir o valor por dois, considerando que metade da dose será aplicada de um lado da planta e metade do lado oposto – em adubações mecanizadas.

Abaixo, trazemos um exemplo prático para você entender melhor. Supondo que iremos fazer a recomendação da quantidade de adubo para a nossa primeira adubação, utilizando o nitrogênio (N).

Adubação mecanizada

Por exemplo, se a recomendação para o fertilizante nitrogenado para esta lavoura é de 229,3 kg/ha de nitrato:

Recomendação de fertilizante nitrogenado para lavoura de café

Vamos fazer o cálculo de metros lineares na lavoura, utilizando o espaçamento entre linhas:

10.000 m2 (1 hectare) / 3,6 m (espaçamento entre linhas) = 2.777,7 metros lineares

Dose de nitrato: 229,3 kg

229,3 kg / 2.777,7 metros lineares = 0,0825 kg por metro = 82,5 g por metro.

No entanto, como a dose deve ser de cada lado, deve-se dividir por 2:

82,5 g por metro / 2 (lados da planta a serem adubados) = 41,2 g por metro de cada lado do cafeeiro.

Considerando que o trator demora 25 segundos para realizar o trajeto de 50 m, deve ser coletado de adubo em um lado da adubadora, nesse tempo (25 segundos):

41,2 g por metro x 50 metros = 2.060 gramas em 50 metros = 2,06 kg de nitrato em 50 metros.

Ou seja, em 25 segundos deve ser coletado em uma saída da adubadora a quantidade de 2,06 kg de nitrato, que corresponde a quantidade do fertilizante que irá cair em 50 metros, proporcionando a adubação de 41,2 gramas de nitrato por metro linear.

Adubação manual

Por exemplo, se a recomendação para o fertilizante nitrogenado para esta lavoura é de 229,3 kg/ha de nitrato:

Recomendação de fertilizante nitrogenado para lavoura de café

Cálculo do número de plantas por hectare. Com espaçamento de 3,60 m x 0,60 m, temos:

3,60 m x 0,60 m = 2,16 m2

10.000 m2 (1 hectare) / 2,16 m2 = 4.629 plantas por hectare.

**Esse cálculo está considerando que está lavoura não possui falhas, em situações que a lavoura apresenta muitas falhas, deve-se considerar a porcentagem de falhas sob o número de plantas por hectare. Dessa forma, se a lavoura tiver muitas falhas, o número de plantas por hectare será menor, e consequentemente a dose por planta irá aumentar.

Considerando a dose de 229,3 kg de nitrato:

229,3 kg / 4.629 plantas = 0,0495 kg = 49,5 gramas por planta.

Conforme relatado acima, em relação as lavouras de adubação manual e declive acentuado, é mais complicado realizar a adubação dos dois lados da planta. Dessa forma, a dose para adubação manual nessa lavoura é de 49,5 gramas de nitrato por planta.

Considerações sobre adubação mecanizada e manual

É importante que saibamos fazer os cálculos de recomendação dos fertilizantes para adubação manual e mecanizada, para sempre passarmos aos responsáveis pela adubação a quantidade final a ser aplicada.

Dessa forma, o acompanhamento da regulagem dos maquinários, quando a adubação for mecanizada, com o intuito de aplicar  a quantidade correta do adubo, deve sempre ser feito, para não faltar e nem sobrar da quantidade final que deveria ser aplicada.

Essa conferência de regulagens de máquinas é importante que seja bem feita, pois não adianta fazer uma recomendação adequada dos nutrientes, e na prática não ser aplicada a quantidade recomendada.

Além disso, os indicadores de nutrientes que trabalhamos na lavoura, como por exemplo, do nitrogênio, que varia de 6 a 8 kg de nitrogênio por saca, deve considerar o nitrogênio que realmente foi aplicado na lavoura, e não aquele que foi recomendado. Por isso, devemos ficar atentos a essas quantidades e regulagens.

Aumente a eficiência em suas lavouras!

A cafeicultura é oscilante, mas nos últimos tempos, as safras têm ganhado cada vez mais destaque e valorização. Aquele que se prepara, produz mais, lucra mais e já consegue planejar os próximos passos para que a próxima safra seja ainda mais produtiva.

Se você busca esse resultado, comece se atualizando com as novas técnicas de mercado.

No curso online Gestão na Produção de Café Arábica, você aprenderá com quem entende do assunto, pois os professores atuam em fazendas comerciais e passarão o conhecimento a você. Não perca mais tempo e tire suas dúvidas:

Curso Gestão na Produção de Café

Larissa Cocato

1 comentário