Rehagro Blog

Fenologia do café: saiba tudo sobre o assunto

O Café arábica (Coffea arábica L.) leva dois anos para completar o ciclo fenológico de frutificação, ao contrário da maioria das plantas, quem completam seu ciclo reprodutivo no mesmo ano fenológico. 

Fenologia do café

Figura 1. Florada na cultura do café (Foto: Larissa Cocato)

Nesse sentido, de acordo com Camargo e Camargo (2001), o ciclo fenológico é constituído de seis fases distintas, dessas, sendo duas vegetativas e quatro reprodutivas: 1ª Vegetação e formação de gemas foliares, 2ª indução e maturação das gemas florais, 3ª florada, 4ª granação dos frutos, 5ª maturação dos frutos, e 6ª repouso e senescência dos ramos terciários e quaternários.

Fenologia do café

Esquematização das seis fases fenológicas do cafeeiro arábica, durante 24 meses, nas condições climáticas tropicais do Brasil. Adaptado CAMARGO E CAMARGO (2001).

Primeira fase

A primeira fase, caracterizada pela vegetação e formação das gemas foliares, vai de setembro a março. São sete meses de dias longos, com fotoperíodo acima de 13 e 14 horas de luz efetiva ou acima de 12 horas de brilho solar (CAMARGO, 1985).

Segunda fase

A segunda fase, também vegetativa, é caracterizada pela indução, maturação e dormência das gemais florais, normalmente no período de abril a agosto – período com dias curtos. Com os dias mais curtos, intensifica-se o crescimento das gemas florais. Essas gemas, depois de completarem se desenvolvimento, entram em dormência e ficam prontas para antese. Nos meses de julho e agosto, referido como período de repouso, as gemas dormentes produzem um par de folhas pequenas, etapa que separa o primeiro ano fenológico do segundo. 

Terceira fase

A terceira fase, já dentro do período reprodutivo, é caracterizada pela florada e expansão dos frutos, período que compreende os meses de setembro a dezembro. Em que, após uma restrição hídrica, seguido por chuva ou irrigação abundante, acarreta na florada da cultura. Por isso, se nesse período, ocorrer grande restrição hídrica, pode ocasionar abortamento das flores. Após a fecundação, forma-se os chumbinho e a expansão dos frutos.

Fenologia do café

Figura 2. Florada do café (Foto: Larissa Cocato).

Quarta fase

A quarta fase, ainda no período reprodutivo, é caracteriza pela granação dos frutos, que ocorrem nos meses de janeiro a marco do ano subsequente em que houve a formação dos grãos. Nesse período, a restrição hídrica pode acarretar em grandes prejuízos na granação dos frutos.

Fenologia do café

Figura 3. Frutos de café (Foto: Larissa Cocato)

Quinta fase

Na quinta fase, também período reprodutivo, é caracterizada pela granação dos frutos, que ocorre nos meses de abril a junho.

Figura 4. Maturação dos frutos (Foto: Equipe Rehagro Café).

Sexta fase

Na sexta, e última fase do ciclo fenológico da cultura, caracterizada pela senescência, que ocorre no período de julho a agosto, ocorre a autopoda do cafeeiro, em que ramos produtivos não primários, secam e morrem.

Considerações:

Apesar das 6 fases distintas que ocorrem dentro de dois anos para completar o ciclo fenológico de frutificação do cafeeiro, dentro do mesmo ano cronológico e da mesma planta, estará ocorrendo duas fases. Por exemplo, no período de janeiro a março do mesmo ano cronológico, na mesma planta e no mesmo ramo está ocorrendo a 1ª fase, caracterizada pela vegetação e formação das gemas foliares, assim como, estará ocorrendo também no mesmo ramo a granação dos frutos.

Fenologia do café

Figura 5. Vegetação e granação dos frutos, dentro da mesma planta. (Foto: Larissa Cocato).

Referências:

  • CAMARGO, Â. P. D., & CAMARGO, M. B. P. D. Definição e esquematização das fases fenológicas do cafeeiro arábica nas condições tropicais do Brasil. 2001. (Link)

1 comentário