Rehagro Blog

Outras pragas no café – Carneirinho

O que são carneirinhos?

Carneirinho praga do café

Figura 1. Danos causados pelo Carneirinho no café. (Foto: Dalyse Castanheira).

São besouros do gênero Naupactus pertencentes à ordem coleóptera, possuindo diversas espécies e cores. Essa praga é polífaga e por isso, além de causar prejuízos ao cafeeiro, podem causar danos em diversas outras culturas como Citrus sp, cana-de-açúcar, alfafa (Lanteri et al, 1994), entre outras.

Carneirinho praga do café

Figura 2. Carneirinho (Foto: Dalyse Castanheira).

Carneirinho praga do café

Figura 3. (A) Adulto de Naupactus cervinus. (Fonte: SOUZA, ANJOS & SORGATO, 2009.)

Apesar de não serem muito comuns na cultura do café, podem ocorrer ataques ocasionando assim em danos as lavouras.

Hábitos dos carneirinhos e danos

Os adultos permanecem durante o dia escondidos entre as folhas ou nas axilas das folhas e se alimentam durante a noite. Esses besouros se alimentam de folhas tenras, por isso é comum seu ataque em cafeeiros novos e em brotações de lavouras recepadas, recortando os bordos das folhas (Bitancourt et al., 1933), acarretando assim em aspecto rendilhado (Figuras 4 e 5). Os danos causados podem servir como porta de entrada de patógenos. 

Além disso, as larvas que permanecem no solo, podem consumir as radicelas e raízes finas (De Souza et al., 2009).

Carneirinho praga do café

Figura 4. Danos causados pelo Carneirinho no café. (Foto: Dalyse Castanheira).

Figura 5. Danos causados pelo Carneirinho no café. (Foto: Dalyse Castanheira).

Período de ocorrência da praga:

O período de maior ocorrência dos carneirinhos é de novembro a março, em lavouras podadas com intensa emissão de folhas novas (Silva et al., 2010). Pode-se observar um maior ataque na rebrota. 

Controle do carneirinho:

Para o controle químico é recomendado a utilização de inseticidas do grupo dos organofosforados. Os inseticidas organofosforados são neurotóxicos, e por isso, agem no sistema nervoso, inibindo a enzima acetilcolinesterase. 

Referências:

  • BITANCOURT, A.; FONSECA, J. P.; AUTUORI, M. Doenças, pragas e tratamentos. In: Manual de citricultura: II parte. São Paulo: Chácaras e Quintais, 1933. p. 140.
  • LANTERI, A. A.; DÍAZ, N. B.; MORRONE, J. J. Identificación de las especies. In: LANTERI, A. A. (Ed.). Bases para el control integrado de los gorgojos de la alfalfa. La Plata: De la Campana, 1994. 119 p.
  • SILVA, R., SOUZA, J., REIS, P., & SANTA-CECÍLIA, L. V. C. Sintomas de injúrias causadas pelo ataque de pragas em cafeeiro. Guimarães, RJ; Mendes; ANG; Baliza, DP Semiologia do cafeeiro: sintomas de desordens nutricionais, fitossanitárias e fisiológicas. 1th ed. Editora UFLA. Lavras. Brazil, 107-142. 2010.
  • SOUZA, R. M. D., ANJOS, N. D., & SORGATO, J. C. Occurrence of Naupactus cervinus (Boheman) in coffee plantation in the region of Zona da Mata mineira. Ciência e Agrotecnologia, v. 33, n. SPE, p. 1967-1971, 2009. (Link)

Comentar