Rehagro Blog
bezerro-do-cedo

Bezerro do cedo ou bezerro de qualidade: qual você está criando?

Na pecuária de corte é essencial que as matrizes produzam um bezerro por ano, um sistema de cria eficiente, exige de suas matrizes, além de produzir um bezerro todo ano, desmamar um bezerro de boa qualidade e pesado. Assim, além da produção de um bezerro por ano, é necessário que a qualidade dele seja levada em consideração. O uso de biotecnologias e a implementação de uma estação de monta eficiente, pode garantir o sucesso da produção de um bezerro de qualidade.

A época do nascimento do bezerro é essencial para que ocorra uma desmama pesada, é notado que bezerros que nascem primeiro na estação de parição são de qualidade superior aos nascidos no final da estação. Em uma estação de parição entre agosto a novembro, os animais nascidos em agosto terão um melhor desempenho quando comparados aos nascidos em novembro, teoricamente e visto em prática. É importante ressaltar que a estação de parição deve respeitar o calendário de chuvas e o período seco da região em que a propriedade está localizada, a sazonalidade da produção é muito impactante para a determinação da estação de monta e consequentemente da estação de parição. As variações climáticas de cada região devem ser respeitadas, pois em todo local, haverá uma melhor data para o nascimento dos bezerros.

O objetivo de uma matriz gerar um bezerro por ano vêm desde muito tempo, e é esse bezerro vaca ano que irá proporcionar uma boa margem de lucro para a atividade, porém, com as mudanças atuais do mercado, consciência da população mundial sobre qualidade da carne e as margens de lucros da produção de gado estarem cada vez menores, nos faz concluir e buscar não somente um bezerro por ano, e sim um bezerro de qualidade por ano. Neste sentido, o conceito de bezerro do cedo se faz importante, entretanto, o fato do bezerro nascer na época certa do ano não garante o sucesso da atividade. Na fase de cria, são realizados investimentos com intuito de maximizar e otimizar a produção de bezerros, ferramentas como IATF e creep feeding são a cada dia mais difundidas.

A qualidade do pasto na estação chuvosa, permite que a matriz tenha alimento de qualidade para repor suas reservas energéticas proporcionando melhores desempenhos durante o período da estação de monta, e consequentemente um desempenho mais eficiente do bezerro. Muito já se discute sobre programação fetal, ou o impacto da nutrição das fêmeas durante a gestação, no desempenho futuro dos bezerros.

Avaliando somente a condição das matrizes, o parto durante o período chuvoso do ano, pela maior oferta de forragem, pode ser interessante, entretanto, bezerro nascer nesse período representa um significativo aumento nos desafios sanitários, tendo ainda a coincidência do período de desmama no momento de pastos de baixa qualidade e com pouca oferta. Neste sentido, antecipar a estação de parição na medida certa, pode equilibrar e otimizar, tanto o desempenho das vacas quanto o desenvolvimento e crescimento da cria.

Um rebanho detentor de grande potencial genético ou com uma boa nutrição, por exemplo, pode não ser suficiente para o sucesso da atividade, o manejo bem feito realizado por pessoas comprometidas, alinhadas e envolvidas com objetivo da propriedade, é fundamental dentro do processo.

Muitas vezes, os produtores focam suas energias na etapa final do processo, e negligenciam a matéria prima de todo processo, e mesmo dentro da fase da cria, pensam muito em peso a desmama, mas não se estabelece alternativas e suportes para o bom desenvolvimento dos animais.

Por isso, quando se trata de produção de qualidade, é importante o olhar crítico em toda a cadeia produtiva, não basta o bezerro nascer só na época boa, se o seu pasto está degradado, situação corriqueira em nosso país, não basta também o bezerro advir de um melhoramento genético invejável, quando não se preocupa com a origem e qualidade da água fornecida ao bezerro, com a nutrição dos animais e mesmo com as questões sanitárias inerentes ao rebanho e com pequenos manejos diários.

O bezerro do cedo pode e deve ser o objetivo de uma fazenda de cria ou ciclo completo, mas sem atenção no básico da criação, o produtor continuará com resultados insatisfatórios, a época de nascimento pode e vai sim ajudar quando se quer um bezerro de qualidade, mas só isso não basta. Muitas vezes, a cultura extrativista advinda da época de produção do período colonial. O caminho para uma melhor rentabilidade é possível quando se alia tecnologias aos métodos adequados de produção.

webinar-leite

Comentar