Metodologia Educacional

Nosso modelo educacional
é focado em empregabilidade
e trabalhabilidade

Os estudantes começam sua carreira profissional desde o início do curso, através
do desenvolvimento de projetos em que são desafiados a criar soluções para
problemas reais de empresas, de grupos de pessoas ou da comunidade. São os
chamados projetos integrados. Ao realizá-los, os estudantes da Faculdade
Rehagro iniciam e desenvolvem:

Os estudantes têm contato
com profissionais de destaque

e começam a formar sua rede de relacionamento profissional. Alunos engajados aumentam sua
empregabilidade e, com o acompanhamento técnico de professores qualificados, poderão criar um portfólio
de projetos que facilitará sua entrada no mercado de trabalho. Ninguém aprende de modo efetivo se só ficar assistindo aulas. É preciso colocar em prática tudo o que está aprendendo, resolvendo demandas reais da
profissão junto com seus colegas e professores.

Na sala de aula os estudantes ficam em grupos de trabalho, que tem por objetivo desenvolver projetos
baseados em problemas reais. Os facilitadores fazem uma breve contextualização do tema em estudo e, se
necessário, dão explicações individuais aos grupos. Eles também mediam as discussões e fazem a síntese e o
aprofundamento delas. São Valorizados o tempo prático e a experimentação, bem embasadas pelo conhecimento teórico existente.

Por que estudar na
faculdade Rehagro:

Aprenda a trabalhar em equipe, de forma colaborativa e coloque a mão na massa de verdade! Viva a profissão na prática desde o início do curso, e seja capaz de resolver problemas de empresas reais.
Os professores da Faculdade Rehagro ajudarão você e seus colegas a encontrar soluções para problemas vivenciados no mercado de trabalho. Já pensou? Aprender fazendo, em colaboração com seus colegas e com a orientação de um professor top?
Você desenvolverá: autonomia, proatividade, capacidade de trabalhar em grupo, de aprender e de enfrentar os diversos desafios que terá pela frente. Para se diferenciar em um mundo em que a produção de conhecimento é intensa, e em que a inteligência artificial automatiza cada vez mais as funções, é essencial desenvolver essas competências.