Rehagro Blog

Manejo do solo para sistemas de plantio direto

Na agricultura, os sistemas mais consolidados de plantio são divididos em duas classes, basicamente: convencionais e conservacionistas.

No caso dos conservacionistas, como o próprio nome sugere, denota um sistema de preservação, também chamado de Sistema de Plantio Direto (SPD) e o mesmo precisa respeitar 3 princípios básicos:

  1. Não mobilizar o solo ou, se o fizer, que seja o mínimo possível;
  2. Fazer a manutenção dos resíduos da cultura sobre o solo (a próxima cultura é semeada diretamente sob a palha da anterior);
  3. Rotacionar a cultura sobre esse solo, promovendo a diversidade.

É um dos sistemas que tem ganhado cada vez mais adesão, pois além de contribuir significativamente para a sustentabilidade, reduz custos a longo prazo e promove diversos benefícios.

Reabertura de área em SPD

Quando o produtor percebe que, por alguma razão, precisa reabrir a área quando ele já utiliza o SPD, há preocupação e o mesmo deve ser feito com cautela.

O especialista em fertilidade e consultor em produção de grãos, Flávio Moraes, explica que:

“Quando a gente pensa em reabrir uma área, perdemos vários benefícios que temos com a semeadura direta.”

Ele ainda pontua alguns desses benefícios, tais como: acúmulo de matéria orgânica e um solo mais estabilizado. A reabertura dessa área pode comprometer, portanto, a estrutura desse solo.

Ainda assim, como em alguns casos é necessário fazer essa reabertura, deve-se levar em conta alguns critérios. No vídeo de apenas 4 minutos a seguir, Flávio explica quais são e como proceder. Confira:

O especialista pontua ainda que, dependendo dos níveis de fertilidade em camadas mais profundas do seu solo, realmente se faz necessária essa prática.

Há ainda a possibilidade de haver tipos de substâncias que atrapalham o desenvolvimento de sua cultura e a mesma pode ter sua produtividade reduzida.

Domine a fertilidade do solo

A escolha do melhor sistema de plantio vai muito de propriedade para propriedade e seja qual for a sua escolha, a mesma precisa ser pautada em critérios. Aliás, em toda a cadeia produtiva, em especial a de cereais, é preciso se atentar a eles e saber diferenciá-los, de acordo com sua cultura, local de implantação, disponibilidade de insumos e implementos agrícolas, dentre outros.

A fertilidade é uma das principais práticas na agricultura com foco na produção. Os corretivos e fertilizantes representam alto impacto no custo para o produtor. Em casos como a soja e o milho, cujos cultivos são anuais, algumas até duas vezes ao ano, a fertilidade se mostra ainda mais importante.

Você pode dominar todas as técnicas necessárias para produzir acima da média nacional. Nas consultorias do Rehagro, já superamos em mais de 30% a média nacional de soja e mais de 100% a de milho.

Esses mesmos consultores são professores de cursos como a capacitação online Fertilidade dos Solos e Nutrição de Plantas.

Ele é um curso completo que vai te fazer analisar e interpretar com precisão e confiança as análises do seu solo, os critérios para conseguir a construção adequada desse solo e até as tecnologias de aplicações.

Não perca mais tempo. Clique abaixo e tire suas dúvidas sobre esse curso:

Fertilidade dos solos e nutrição de plantas

 

Comentar