Rehagro Blog
tratamento de lesoes de casco em bovinos

Dica prática: tratamento de cascos em bovinos

Dica prática: tratamento de cascos em bovinos
Gostou desse artigo?

Problemas relacionados aos cascos de bovinos estão diretamente relacionados ao desempenho do animal, podendo levar à perda de peso, queda na produção de leite e perdas econômicas. Animais que caminham sobre superfícies irregulares e duras, que apresentam pedregulhos ou trilhas acidentadas, como nos casos de pisos duros, escorregadios, sujos, úmidos; ou, que a limpeza e controle da umidade nas suas instalações não são feitos de forma correta, estão mais propícios a desenvolverem lesões nos cascos.

Além disso, distúrbios nutricionais, como a acidose subclínica, provocada pelo alto consumo de alimento concentrados, também são responsáveis pela incidência do problema. Outras causas são: hereditariedade (características de pés e pernas) falta de casqueamento preventivo e/ou casqueamento incorreto, e até a fase da lactação, sendo mais frequentes nos primeiros 70 dias pós-parto.

Lesões de cascos mais frequentes:

Lesão circunscritaLesão circunscrita que expõe o tecido corium / Fonte: Arquivo Rehagro

Doença da Linha BrancaDoença da Linha Branca – Consequência comum da laminite / Fonte: Arquivo Rehagro

Erosão de talãoErosão de talão – baixa qualidade dos tecidos córneos secundária à laminite e a infecções bacterianas secundárias / Fonte: Guia Bayer de podologia bovina

Dermatite interdigitalDermatite interdigital – Frieiras e ferimentos, sarnas

Outras: Sola Fina – Abaixo de sete mm; Podridão do Casco (foot root) – Causada pela alta umidade e falta de higiene (más instalações).

Auxílio no tratamento

Uma alternativa usada como auxiliar para o tratamento destas afecções, além da prevenção feita com o casqueamento regular, é o uso de um tamanco na unha oposta àquela afetada. O objetivo de se usar o tamanco é fazer um desnivelamento entre as unhas, evitando que a unha lesionada apoie no chão. Uma peça de madeira é fixada na unha oposta à desgastada, usando resina acrílica na forma de uma massa pastosa. Toda a unha do casco precisa ser coberta pela massa de resina, para que o tamanco não se solte quando o animal andar

Preparo da massa acrílicaPreparo da massa acrílica e deposição no tamanco. No detalhe: Pote de resina acrílica

Fixação do tamanco na unhaFixação do tamanco na unha oposta à afetada, a unha e o tamanco devem ser totalmente envoltos pela resina para melhor fixação

Desnivelamento entre as unhasDesnivelamento entre as unhas

É importante ressaltar que antes da fixação do tamanco deve ser feito o casqueamento rotineiro, com limpeza das unhas, nivelamento da sola sadia e tratamento da lesão. Acompanhe abaixo o procedimento completo:

tamanco gado leiteiro

Com o passar dos dias o tamanco vai se desgastando no atrito com o solo até as unhas ficarem rentes novamente. Esse tempo, propicia a recuperação da unha afetada.  Assim, são necessarias revisões periódicas e um adequado tratamento das lesões para recuperação do animal, sendo o uso do tamanco apenas um auxiliar.